Na hora de escolher um imóvel, conhecer sobre a região é fundamental. Por isso, na série sobre os melhores bairros de Curitiba para viver, a cada 15 dias vamos apresentar um bairro da capital paranaense, contando um pouco sobre a história e a qualidade de vida dos moradores da região. Tudo isso para ajudar na sua decisão! Nessa primeira semana, o bairro escolhido foi o Água Verde, umas das localidades mais tradicionais de Curitiba.

Antigamente ocupado por chácaras e fazendas, o Água Verde recebeu esse nome em razão de um rio de águas verdes que cortava a região. Limite com outros endereços como Batel, Centro e Rebouças, os imóveis do Água Verde são um dos que mais se beneficiam com a valorização ao longo dos anos. Com quase 52 mil habitantes, as ruas são amplamente servidas pela rede de transporte público, contando com linhas diretas, expressos e interbairros que ligam a capital de norte a sul.

Qualidade de Vida

Vários serviços estão à disposição de quem mora ou frequenta o Água Verde. Rico em comércio, o bairro oferece diversas opções de bares e restaurantes, além de contar com o Hospital Infantil Pequeno Príncipe e a Arena da Baixada, que frequentemente sedia partidas de futebol, shows internacionais e diversos outros eventos de grande porte.

A população do Água Verde tem uma média de idade de 38 anos, e apresenta alto índice de educação: 99,66% dos habitantes com mais de 10 anos são alfabetizados.

Ocupado principalmente por prédios, o bairro oferece mais de 640 mil m² de áreas verdes, o que corresponde a um total de 13,46% de todo seu espaço. Um dos principais pontos de referência é a Praça do Japão, que presenteia os moradores com um espaço de lazer inspirado na arquitetura das terras orientais. Com lagos, cascatas e cerejeiras, a praça também abriga o Memorial da Imigração Japonesa e a Biblioteca Municipal Praça do Japão.

O Água Verde tem, ao mesmo tempo, o que existe de melhor em modernidade, infraestrutura e qualidade de vida, unindo vida noturna e lazer com momentos de paz e confraternização.

#DicasSym

Para você aproveitar melhor tudo o que o Água Verde tem a oferecer, a Sym separou algumas dicas. Dê uma olhada!

Memorial da Imigração Japonesa

O memorial se encontra dentro da Praça do Japão, em uma cúpula que abriga diversas obras de artes moderna da cultura oriental, como origamis, porcelana e artesanatos. Além disso, na era externa, aulas de meditação acontecem aos sábados.

MAI: Museu da Arte Indígena

O Museu de Arte Indígena do Paraná (MAI) é o primeiro museu particular do Brasil dedicado exclusivamente à produção artística dos indígenas brasileiros, e conta com um dos maiores acervos do mundo nesta área. Com cerca de 700 peças, o museu apresenta desde arte plumária, cerâmicas, cestas, instrumentos musicais, máscaras ritualísticas e objetos utilitários. O museu está aberto para o público de Segunda a Sexta, das 10h às 17h30.

Crossroads 

Para aqueles que amam rock e música ao vivo, este é o lugar! O Crossroads é um dos bares mais antigos de Curitiba, com shows de bandas locais e covers de bandas famosas. O bar conta com um cardápio variado, com sanduíches, pratos e petiscos.

Restaurante Ibérico

O restaurante ibérico é especializado em culinária portuguesa e espanhola, e agrada os visitantes com show de música flamenca ao vivo durante a semana. Com opções de carnes, massas e frutos do mar, o Ibérico fica localizado na Av. Água Verde, 588, e abre todos os dias para o jantar e aos domingos também para o almoço.

A imobiliária Sym conta com diversas opções para quem está pensando em morar no Água Verde. Confira todos os imóveis disponíveis no nosso site.